WASHES - VIII Workshop sobre Aspectos Sociais, Humanos e Econômicos de Software

O Workshop sobre Aspectos Sociais, Humanos e Econômicos de Software (WASHES) foca na interação entre algumas questões críticas que exercem influência sobre a engenharia e qualidade de software. Fatores humanos e aspectos sociais em qualidade de software têm sido discutidos por pesquisadores e profissionais da indústria, dado que métodos, técnicas e ferramentas afetam (e são afetados) pelos stakeholders e suas interações, impactando as atividades do desenvolvimento de software. Da mesma forma, o software é uma fonte de valor para os negócios de diversas organizações, sejam elas fornecedoras ou adquirentes, representando um elemento crucial para o seu sucesso econômico.

Nesse contexto, o WASHES é um ambiente para a comunidade brasileira discutir esses aspectos e seus desafios, que podem influenciar o desenvolvimento e uso de software, bem como fomentar colaborações com a indústria. Além de melhorar soluções já propostas, os aspectos tratados neste workshop impactam diretamente vários cenários da computação, como engenharia de software, ecossistemas de software, negócios de software, gestão de projetos, informática médica, computação aplicada à educação, ações sociais em computação que suprem necessidades humanas e outros cenários ligados a “Oportunidades e desafios da integração dos mundos físico e digital”, seja da sociedade ou das empresas.

O WASHES 2023 será realizado no formato presencial, como um evento satélite do 43o. Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) entre os dias 06 a 11 de agosto de 2023.

Os tópicos do WASHES envolvem trabalhos de pesquisa diretamente relacionados aos aspectos sociais, humanos e econômicos de software e suas interseções e influências nas mais diversas áreas da Computação, não sendo restrito aos tópicos a seguir:

  • Novas abordagens, métodos, práticas e modelos considerando os aspectos humanos, sociais e/ou econômicos aplicados ao desenvolvimento de software para o empoderamento digital;
  • Relatos sobre o empoderamento digital em equipes de software durante situações adversas, como a pandemia da Covid-19;
  • Impacto da inteligência artificial nos aspectos humanos, sociais e/ou econômicos do desenvolvimento de software;
  • Inteligência artificial responsável em face dos aspectos humanos, sociais e/ou econômicos do desenvolvimento de software;
  • Bots, chatbots, agentes conversacionais, redes sociais e mídias sociais em ambiente de desenvolvimento de software;
  • Princípios de desenvolvimento e projeto de software, práticas de engenharia de ferramentas que influenciam ou são influenciados por aspectos sociais, humanos e/ou econômicos;
  • Aspectos humanos e econômicos e sua influência na qualidade de software;
  • Aspectos gerenciais e organizacionais do desenvolvimento de software;
  • Ferramentas e processos de apoio a situações organizacionais e culturais;
  • Projeto, desenvolvimento e avaliação de ferramentas ou bases de dados (datasets) que apoiam o estudo de emoções e criação de valor em engenharia de software;
  • Características psicológicas, sociológicas, humanas e econômicas do desenvolvimento de software;
  • Abordagens que explorem perspectivas humanas, sociais e econômicas em torno do software envolvendo Mineração de Repositórios de Software ou Aprendizagem de Máquina (inclusive aprendizagem profunda – deep learning);
  • Modelos de desenvolvimento de software baseados em comunidade, como open source, crowdsourcing e parcerias público-privadas;
  • Modelos de negócios, plataformas e ecossistemas de software;
  • Questões relativas a licenças, propriedade intelectual e patentes;
  • Educação sobre os aspectos sociais, humanos e econômicos na engenharia de software;
  • Estudos de caso, estudos experimentais ou relatos de experiência da indústria;
  • Aspectos sociais, humanos e econômicos de tópicos emergentes em Engenharia de Software (ecossistemas de software, sistemas intensivos de software, sistemas de sistemas, blockchain, internet das coisas etc.);
  • Revisões sistemáticas ou mapeamentos sistemáticos;
  • Oportunidades e desafios da integração entre mundos físico e digital e suas interações sociais.

Os artigos submetidos para o WASHES 2023 devem ser escritos em português ou inglês e ter, no máximo, 10 páginas (artigos completos) ou 5 páginas (artigos curtos), seguindo o template para artigos da SBC. As submissões devem ser inéditas e incluir resultados não publicados.

Os artigos aceitos serão publicados nos anais do evento, que serão disponibilizados online na SBC Open Lib, o portal de conteúdo da SBC. Todos os artigos serão indexados com DOI.

Poderão ser submetidos:

  • Artigos completos (até 10 páginas), apresentando um resultado de interesse para o avanço da pesquisa na área. Artigos que descrevem modelos, métodos, estudos experimentais e relatos de experiência industriais são bem-vindos; e,
  • Artigos Curtos (até 5 páginas), descrevendo trabalhos em andamento.

Todos os artigos irão passar por um processo DOUBLE-BLIND REVIEW. Desta forma, nomes de autores, informações de contato e referências a trabalhos anteriores devem ser, obrigatoriamente, omitidos das submissões.

Os artigos serão avaliados por, pelo menos, três membros do comitê de programa. O aceite será baseado principalmente na originalidade e contribuição para a área. Para artigos completos, os critérios de julgamento são: (i) adequação ao escopo do workshop, (ii) relevância prática, (iii) qualidade técnica, (iv) clareza de apresentação e (v) originalidade. Para artigos curtos, os critérios de julgamento adotados para a categoria “artigos completos” serão seguidos, entretanto, levar-se-á em consideração que estes relatam trabalhos em andamento e, como tal, o feedback deve ser mais voltado para auxiliar os pesquisadores na continuidade da pesquisa do que ser crítico quanto aos resultados alcançados até o momento.

As submissões devem ser feitas em português ou inglês no endereço: https://jems.sbc.org.br/home.cgi?c=4248

Todas as submissões devem seguir o estilo de formatação dos eventos da SBC. Os templates estão disponíveis para download no site da SBC (modelo para publicação de artigos). As submissões devem ser inéditas e incluir resultados não publicados

  • Limite para submissão dos trabalhos: 05/03/2023    –  20/03/2023   –  05/04/2023 (Final)
  • Notificação dos trabalhos selecionados: 05/05  – 20/05/2023
  • Data limite para envio das versões finais dos trabalhos: 16/05  –  28/05/2023
  • Pazo de inscrição autores(as): 16/05  –  05/06/2023
  • Realização do evento: 06 a 11 de agosto de 2023

A inscrição pagante de ao menos um autor do artigo é obrigatória para inserção do artigo nos Anais de cada evento. Autores com mais de um artigo aprovado, em qualquer evento, podem realizar o pagamento de uma única inscrição, acrescida de uma “taxa de publicação extra” por artigo adicional. O valor desta “taxa de publicação extra” está em discussão com a organização do evento.

Os organizadores se reservam o direito de não incluir nos anais aqueles trabalhos que, durante o evento, não forem apresentados por um de seus autores ou por algum representante indicado.

Os artigos aceitos serão publicados na SBC Open Lib, a biblioteca digital da SBC, na série Anais do Workshop sobre Aspectos Sociais, Humanos e Econômicos de Software (WASHES), ISSN 2763-874X, disponível em https://sol.sbc.org.br/index.php/washes. Todos os artigos serão indexados com DOI.

Os melhores artigos do WASHES 2023 serão premiados e convidados para extensão na ISyS, Revista Brasileira de Sistemas de Informação, da Comissão Especial de Sistemas de Informação da SBC.

Organizadores Gerais:

Emanuel Ferreira Coutinho – emanuel.coutinho@ufc.br
Anna Beatriz dos Santos Marques – beatriz.marques@ufc.br

Organizadores do Comitê de Programa:

Emanuel Coutinho, Universidade Federal do Ceará, Campus Quixadá
Anna Beatriz dos Santos Marques, Universidade Federal do Ceará, Campus Russas

Organizador  local:

Nadja da Nobrega Rodrigues (IFPB) – nadja.rodrigues@ifpb.edu.br

Divulgação e Mídias Sociais:

Clara Fonseca – UFC
Larissa Saraiva – UFC

Comitê de Programa (TPC):

Adriana Lopes – UFAM
Adriano Albuquerque – UNIFOR -Universidade de Fortaleza
Alexandre Zanatta – Universidade de Passo Fundo
Allysson Allex Araújo – Federal University of Ceará
Ana Oran – Universidade Federal do Amazonas
Carla Bezerra – Universidade Federal do Ceará – UFC
Carlos Eduardo de Barros Paes – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
César França- UFRPE / Cesar School
Everton Gomede – Universidade Estadual de Campinas
Evilasio Junior – UFC
Francisco Pinheiro – Universidade Federal do Ceará (UFC)
Gláucia Braga e Silva – Universidade Federal de Viçosa
Gleison Santos – Unirio
Heitor Costa – Federal University of Lavras
Hudson Borges – UFMS
Italo Linhares de Araújo – Universidade Federal do Ceará
Italo Santos – Northern Arizona University (NAU)
Ivan Machado – Universidade Federal da Bahia
Johnny Marques – Instituto Tecnológico de Aeronáutica
José Jorge L. Dias Jr. – Universidade Federal da Paraíba
José Maria David – Universidade Federal de Juiz de Fora
Leonardo Moreira – Universidade Federal do Ceará
Livia Degrossi – Fundação Getulio Vargas
Marília Mendes – UFC
Maria Istela Cagnin – UFMS – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Natasha Valentim – Universidade Federal do Paraná
Patricia Matsubara – UFMS & UFAM
Paulo Meirelles – Universidade de São Paulo
Pedro Almir Oliveira – GREat/UFC, IFMA
Pedro Henrique Dias Valle – Universidade Federal de Juiz de Fora
Regina Braga – Universidade Federal de Juiz de Fora
Sandro Luis Freire de Castro Silva – Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva
Sergio Carvalho – Universidade Federal de Goiás – UFG
Sofia Paiva – UFG
Thelma Colanzi – Universidade Estadual de Maringá
Valdemar Vicente Graciano Neto – Universidade Federal de Goiás
Walter Nakamura – Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Williamson Silva – Universidade Federal do Pampa (Campus Alegrete)
Windson Viana – UFC

Contato para dúvidas:

Emanuel Coutinho – emanuel.coutinho@ufc.br
Anna Beatriz dos Santos Marques – beatriz.marques@ufc.br